Como estudar para concursos públicos ?

Compartilhe essa página:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Como estudar para concursos públicos?

 

Como estudar para concursos públicos? Essa é uma dúvida muito recorrente para quem quer prestar um concurso público.

Muitas pessoas falam que estudar para concurso é fácil que é só sentar e estudar, isso em parte e verdade sim, porém, se fosse somente isso muitas pessoas se abdicariam do seu tempo por um determinado período e passaria no concurso  dos seus sonhos, mas não é isso que normalmente acontece!

Entretanto, reafirmo que estudar para concursos públicos é simples, não é nenhum bicho de sete cabeças como muitos pensam! As pessoas confundem fácil com simples e difícil com complexo.

Você sabe o que precisa para iniciar uma preparação para provas de concursos públicos? O que é e como estudar? Por onde começar e quais materiais serão necessários para essa empreitada?

Não há uma fórmula mágica para responder a essas perguntas. Mas, com certeza, existem técnicas de estudo que podem ajudar a acelerar a sua aprovação em uma seleção, e o melhor. Tudo isso depende apenas de você!

Se você é um iniciante no mundo dos concursos, em primeiro lugar, é importante entender como funciona todo o processo. Você sabe o que falta para o concurso dos seus sonhos ser aberto? Entende como funcionam os preparativos das seleções e a caminhada até a sonhada posse?

O caminho vai desde a vacância nos órgãos até a posse dos novos servidores. Nesse meio tempo, você precisa saber escolher o seu concurso. Afinal, são muitas oportunidades em áreas como a de bancos, tributos/fiscal, policial, administrativa (com atuação em prefeituras, secretarias, universidades, órgãos estaduais e municipais), autarquias e fundações (como IBGE e INSS)>>>>>veja o artigo que fizemos do concurso do INSS<<<<<<

Escolher a área que mais se adequar ao seu perfil vai além da formação acadêmica. Existe a vocação também. A identificação com o trabalho e as atividades desempenhadas por determinado órgão ou empresa pública, tudo isso deve ser bem observado antes de começar a estudar para concursos públicos.

 

Como estudar para concursos públicos em pouco tempo?

 

Logo de início já vou falando que não existe tempo determinado para você conseguir a sua aprovação no concurso público, isso vai exigir principalmente do seu esforço, especialmente se você estiver no começo da sua jornada. Todo novo projeto é difícil no começo, e estudar para concursos não é diferente, mas não desista você vai ver que no decorrer do processo tudo vai se encaixando e você irá ver  a sua aprovação cada vez mais perto!

Como estudar em pouco tempo e quanto tempo estudar  para concurso são dúvidas muito comuns de quem está começando nessa empreitada, administrar e otimizar o tempo para os estudos são um grande desafio.

O importante é você definir como é sua rotina e quais são os momentos que tem para estudar. Na ida e volta do trabalho, na hora do almoço, depois de preparar o jantar e cuidar da casa, meia hora antes que você costuma acordar.

Não importa se você tem quatro horas por dia ou 10 horas para estudar. O melhor horário para estudar também não existe. O que existe é o tempo que você tem disponível e o horário que você rende melhor, seja de madrugada ou de manhã cedinho.

É importante ter em mente que o que vale é a qualidade do estudo. É manter o foco e estudar de acordo com um planejamento. Crie metas que são realizáveis, quantificáveis. Não estabeleça padrões que você sabe que não vai cumprir e só vai deixá-lo frustrado depois.

 

Preciso de curso preparatório para poder passar?

 

Respondendo de forma rápida e objetiva não! Não é necessário fazer um curso preparatório específico para você conseguir a sua sonhada aprovação. Porém, digo dependendo do curso preparatório ele pode ser um encurtador de caminho, pois, ele pode te mostrar como estudar da maneira correta e te mostrar um caminho que você poderá seguir para conseguir ser aprovado.

Tudo vai depender do seu perfil de estudante, se você é mais autodidata ou precisa de auxílio de um professor, ou um profissional na área de educação e ensino, ou seja, você vai ter que se auto conhecer e ver o que é melhor para você e o que se adequar mais a você meu concurseiro e estudante.

O curso preparatório pode ser um grande aliado, principalmente se você tem pouca motivação ou disciplina quando o assunto é estudo — a realidade da maioria das pessoas. Além disso, com assuntos muito específicos e com os quais muitos dos concurseiros nunca se depararam antes, ter aula com um professor qualificado pode ajudar bastante e direcionar os estudos.

Vale a pena fazer?

Como falamos, passar em um concurso público pode não ser tão fácil e o “cursinho preparatório” pode te oferecer o estímulo que você precisa para potencializar os estudos e ainda entender melhor algumas matérias que não domina. Mas, no fundo, tudo depende de você e da sua dedicação.

Outro ponto importante é que eles normalmente oferecem bons professores, apostilas completas, pesquisas de temas e simulados de provas, sendo uma ótima opção para treinar e aprender alguns dos “macetes” para passar no concurso. Além disso, muitos deles oferecem um auxílio no preparo, como cronograma de estudo, aconselhamento e até auxílio psicológico nesse momento tão estressante. Assim, você fica mais preparado e confiante para o desafio que vai enfrentar.

Outra vantagem do curso preparatório é o fato de ele estar em um ambiente externo, ou seja, fora de casa. Para muitas pessoas, esse é um ponto muito importante e que ajuda bastante na concentração por não conseguirem estudar em casa, sem o estímulo de uma aula presencial.

Mas, como falamos, os resultados podem não ser bons para algumas pessoas. Para aqueles que não aproveitam a oportunidade, talvez o dinheiro não seja um investimento e, sim, um desperdício. Então, é bom analisar se seu objetivo está claramente traçado e se você está entrando no páreo de competição dos grandes concursos do país ou está só perdendo seu tempo.

 

Quatro dicas de como estudar para concursos públicos

 

1. Entenda o edital

 

Se o edital já tiver sido divulgado, o mais importante é ler com muita atenção cada item dele. Complicado? para você que está começando agora a estudar provavelmente deve estar com muita dificuldade de ler e entender o edital, isso é totalmente normal, para ajudar tente ver na internet professores que estão falando sobre o edital, cursos preparatórios que estão falando sobre o concurso, e principalmente você pode nos acompanhar aqui do BOA PROVA.

Começar a preparação o quanto antes é sempre melhor, sempre que você ver um edital publicado pode ter certeza já vai ter pessoas que já estavam se preparando antes dele sair, mas você deve estar se perguntando como posso me preparar antes? estudando o edital anterior, geralmente de um edital para outro não muda muito, normalmente o edital novo engloba 70%,80%, já cheguei a ver editais com 90% do edital anterior. Lembre-se estudar antes é sempre melhor!

2. Organize seu tempo

 

O BOA PROVA, ressalta que não há uma técnica única para estudar. É preciso testar cada uma delas para ver qual melhor se encaixa com o seu perfil.

cada pessoa tem um ritmo e uma forma de absorver os conteúdos, por isso é importante testar para saber quais técnicas funcionam ou não para você.

Acima de qualquer técnica, o BOA PROVA lembra que é importante criar o hábito do estudo e separar um momento do dia para revisar os conteúdos, cada pessoa tem uma rotina diferente, por exemplo: Tem pessoas que trabalham e estudam, outras só estudam, alguns são chefes de família e precisam dar atenção a sua família e entre outros casos que existem, e eu te garanto todas essas pessoas quando organizadas também conseguem a aprovação!

3. Use técnicas para otimizar os estudos

 

Para cobrir todo o conteúdo previsto nos editais é preciso se organizar e montar a melhor estratégia de estudo para alcançar seus objetivos. Muitos candidatos se questionam sobre a melhor forma de estudar e absorver a extensa bibliografia cobrada durante as seleções.

Para ajudar nesse processo, vamos falar de duas  técnicas que podem ser utilizadas pelos candidatos:

  1. Técnica de Esquematização
  2. Técnica do Resumos

Técnica de Esquematização –A metodologia da esquematização consiste em reunir os conteúdos e fazer esquemas para memorizá-los. Os esquemas são representações sintéticas do texto representados por gráficos, códigos e palavras e devem ser organizados segundo uma sequência lógica, na qual aparecem as ideias principais e subordinadas.

Mnemônica – São recursos para memorização de conceitos mais complexos, por meio de palavras mais fáceis de decorar. Geralmente, as iniciais dos conceitos formam uma única palavra, fácil de decorar e lembrar. Por exemplo, LIMPE que contém os princípios constitucionais expressos no Direito Administrativo:

Legalidade
Impessoalidade
Moralidade
Publicidade
Eficiência

Mapas Mentais – Os mapas mentais transformam as informações de textos em esquemas que usam cores, palavras-chave e imagens que ajudam a memorizar o conteúdo de forma a não perder a relação entre um tópico e outro.

Técnica de resumos – O método do resumo já é utilizado por muitos candidatos, desde os tempos da escola. Os resumos devem condensar o texto analisado, com as ideias principais.

O ideal é que não ultrapassem 10% do conteúdo geral do texto tendo em vista que devem ser leituras rápidas para refrescar as informações da leitura inicial.

 

4. Cuide da alimentação

 

Alguns alimentos estimulam a memória e ajudam na hora de estudar. Portanto, adequar sua alimentação aos estudos é muito importante, alguns alimentos ajudam a turbinar o raciocínio, ganhar foco e preservar as lembranças, como:

  1. Espinafre, brócolis e companhia.
  2. Abacate.
  3. Suco de uva.
  4. Azeite de oliva.
  5. Chá
  6. Peixe.
  7. Nozes, castanhas e afins.
  8. Chocolate amargo.

E entre outros alimentos que ajudam bastante no seu aprendizado, veja esse artigo e observe quais são os 10 melhores alimentos para estudar. Como estudar para concursos públicos também envolve a sua alimentação e sua rotina de exercícios físicos, pois isso impacta no seu rendimento.

5. Dica bônus

 

Como nós gostamos de sempre dar mais do que foi prometido gostaria de dar mais essa dica para vocês!

Faça questões que já caiu em concurso público, esse é um grande segredo daqueles que passam em concurso público. Dez em cada dez especialistas em concursos públicos recomendam a realização de questões para estudar. Além de praticar o que você aprendeu na teoria, as questões servem para conhecer o estilo de cobrança da banca e também para identificar os erros.

Uma boa maneira de treinar para as provas é resolvendo simulados. Além das vantagens de estudar com questões, é uma simulação real do dia da prova. Afinal, não basta ter o preparo intelectual. O candidato precisa se preparar emocionalmente e conhecer o que virá pela frente.

Nesse aspecto nós do BOA PROVA podemos lhe ajudar: Oferecemos apostilas de resoluções de questões que irão ajudar você a se preparar melhorar para concursos públicos!

Questões de >>>>> DIREITO ADMINISTRATIVO<<<<<

Questões de >>>>> DIREITO CONSTITUCIONAL<<<<<<<<

Caso você queira saber de mais 4 dicas de como estudar para concursos públicos, Veja esse vídeo que preparamos para você !

 

 

 

Compartilhe essa página:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *