fbpx

Qual a idade máxima para prestar concurso público? Veja Agora!

Qual a idade máxima para prestar concurso público

Ao se aventurar no mundo dos concursos públicos, uma das perguntas mais comuns entre os candidatos é sobre a idade máxima permitida para participar. Esta questão ganha importância especialmente para aqueles que decidem buscar uma carreira no serviço público mais tarde na vida.

Neste artigo, vamos explorar as normativas e exceções relacionadas à idade máxima para prestar concurso público. Compreender essas diretrizes não só ajuda os candidatos a planejarem melhor suas trajetórias profissionais, mas também garante que estejam bem informados sobre seus direitos e limitações no processo seletivo.

Vamos mergulhar nos detalhes para desmistificar esse aspecto crucial dos concursos públicos.

Afinal, existe idade máxima para prestar concurso público? 

Segundo o disposto no artigo 7° da Constituição Federal de 1988, observa-se uma clara diretriz a respeito da idade como critério para admissão em concursos públicos:

Art. 7°: Estabelece-se como direitos dos trabalhadores, tanto urbanos quanto rurais, e outros aspectos que contribuem para a melhoria de sua situação social: […] XXX – a proibição de discriminação salarial, de funções e de admissão com base em sexo, idade, cor ou estado civil.

Isso sugere que, em princípio, a imposição de um limite de idade rígido para entrar no serviço público pode ser vista como uma contradição aos princípios de justiça social e de acesso universal aos cargos públicos. Contudo, surge a pergunta: como isso se aplica aos editais de concursos que definem limites de idade mínimos e máximos? Estariam essas determinações em desacordo com a Constituição?

Por que alguns editais apresentam limite de idade para concurso público?

Conforme interpretado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) na Súmula n.683, relacionado ao artigo 7° da Constituição Federal, a fixação de um limite de idade em concursos públicos é aceitável apenas em situações onde as exigências físicas são intrínsecas ao desempenho do cargo.

Isso é comumente aplicável em carreiras como as militares, policiais e outras dentro da área de Segurança Pública, onde tais critérios são frequentemente observados. Um exemplo claro é o critério de altura mínima, utilizado sob a mesma lógica.

Garanta seu futuro com um cargo público!

Tomemos, por exemplo, o concurso para o Corpo de Bombeiros do Mato Grosso: entre os critérios para se candidatar ao posto de Soldado, está estabelecida uma faixa etária específica, variando de 18 a 35 anos.

É importante notar que tais requisitos não são estabelecidos de maneira aleatória. Eles precisam estar alinhados e justificados por leis específicas de cada corporação, válidas na data em que o edital é publicado.

O artigo 5° do Estatuto dos Servidores Públicos esclarece isso, afirmando no § 1° que “As responsabilidades inerentes ao cargo podem justificar a necessidade de requisitos adicionais estipulados por lei”.

Vitalidade vs. experiência ao prestar concurso público

O tópico “Vitalidade vs. experiência ao prestar concurso público” aborda uma questão central na discussão sobre recrutamento e seleção para cargos públicos. Aqui, exploramos como esses dois atributos – vitalidade, geralmente associada à juventude, e experiência, frequentemente vinculada à maturidade – desempenham papéis significativos no processo de seleção e no desempenho subsequente em cargos públicos.

Vitalidade e Juventude

  1. Energia Física e Mental: Candidatos mais jovens tendem a ter mais energia e resistência, o que pode ser vantajoso em cargos que exigem esforço físico ou longas horas de trabalho.
  2. Adaptação a Novas Tecnologias: A geração mais jovem, muitas vezes mais familiarizada com as tecnologias emergentes, pode se adaptar mais rapidamente às mudanças tecnológicas no ambiente de trabalho.
  3. Capacidade de Aprendizado: A vitalidade também está associada à capacidade de aprender rapidamente, uma habilidade valiosa em ambientes dinâmicos e em constante evolução.

Experiência e Maturidade

  1. Conhecimento e Habilidade: A experiência traz consigo um profundo conhecimento e habilidades aprimoradas, acumuladas ao longo de anos de trabalho em diferentes contextos.
  2. Tomada de Decisão e Julgamento: A maturidade pode se traduzir em melhor julgamento e tomada de decisão, especialmente em situações complexas ou sob pressão.
  3. Estabilidade e Comprometimento: Profissionais mais experientes podem oferecer maior estabilidade e comprometimento com seus cargos, tendo já passado por diversas fases de sua carreira profissional.

Equilíbrio Ideal

A questão chave não é escolher entre vitalidade e experiência, mas sim entender como cada uma pode contribuir para o sucesso do serviço público. Idealmente, uma força de trabalho diversificada, que combine a energia e a adaptabilidade dos mais jovens com a sabedoria e a experiência dos mais velhos, pode ser a mais eficaz.

Considerações para Concurso Público

Nos concursos públicos, essa dicotomia se manifesta na formulação de critérios de seleção e nos perfis desejados para diferentes cargos. Enquanto alguns concursos podem valorizar mais a vitalidade, outros podem enfatizar a experiência.

O importante é que os candidatos entendam o que é valorizado em cada concurso e como suas qualidades individuais se alinham com essas expectativas.

Limite de idade para concurso público: qual é o mínimo?

A maior parte dos concursos públicos no Brasil segue as diretrizes estabelecidas pela Lei 8112/90, conhecida como Estatuto dos Servidores Públicos, para determinar os critérios mínimos de idade e outros requisitos essenciais para a candidatura. Esses critérios são:

Art. 5°. Os requisitos fundamentais para a nomeação em um cargo público incluem:

I – ser brasileiro(a);

Chegou a sua vez de brilhar no setor público!

II – estar em dia com os direitos políticos;

III – estar em dia com as obrigações militares e eleitorais, quando aplicável;

IV – possuir a formação educacional exigida para o cargo;

V – ter, no mínimo, dezoito anos de idade;

VI – estar apto(a) física e mentalmente.

Esta lei é válida para todos os servidores públicos civis da União, incluindo aqueles que trabalham em autarquias e fundações públicas federais. Em concursos realizados em âmbitos estadual e municipal, a lei só não se aplica se houver legislação específica para esses casos.

Porém, é amplamente aceito que a idade mínima para participar de concursos públicos é de 18 anos.

Limite de idade para concurso público: qual é o máximo?

Excetuando-se as carreiras militares, policiais e outras funções de Segurança Pública, a definição de um limite de idade máximo para participar de concursos públicos geralmente não é estabelecida.

No entanto, as regras da Previdência Social acabam impondo um limite indireto. Por exemplo, conforme a Lei Complementar n° 152 de 3 de dezembro de 2015, a aposentadoria compulsória para a maioria dos servidores públicos do sexo masculino é fixada aos 75 anos (este limite é menor para carreiras como a de Segurança Pública ou Militar, podendo ser de cerca de 65 anos). Para as servidoras, a idade é usualmente cinco anos menor, ou seja, 70 anos.

Limite de Idade e Aposentadoria em Concursos Públicos

Quando falamos de limite de idade em concursos públicos, a situação se torna mais complexa. É necessário ter pelo menos 10 anos de serviço no mesmo órgão e 5 anos no último cargo efetivo para se qualificar para a aposentadoria. Esses períodos devem estar inclusos no tempo total de contribuição.

Descubra o segredo para passar em concursos públicos!

Além disso, devem-se considerar as regras da Reforma da Previdência de 2019 para servidores públicos que ingressaram após 31/12/2003:

  • Mulheres: 55 anos de idade + 30 anos de contribuição
  • Homens: 60 anos de idade + 35 anos de contribuição

Contribuição na Iniciativa Privada e Aposentadoria

Suponha que uma pessoa trabalhou no setor privado desde os 20 anos e conseguiu aprovação em um concurso público aos 50 anos. Para a aposentadoria, além dos 10 anos no serviço público e 5 anos no último cargo, o tempo de serviço na iniciativa privada também é relevante.

Para incluir esse período na aposentadoria, é necessário solicitar a Certidão de Tempo de Contribuição (CTC) no INSS e, em seguida, requerer a sua inclusão no cálculo do tempo total para a aposentadoria.

Limite de idade para concurso público: quando vale a pena começar a estudar?

Embora existam restrições, é importante notar que há um período de até 42 anos em que uma pessoa pode entrar no serviço público e aproveitar ao máximo os benefícios dessa carreira. Portanto, planejar com cuidado e aproveitar as oportunidades que surgem é essencial!

Por exemplo, se você conseguir um cargo público aos 65 anos, ainda terá a chance de aproveitar cerca de 10 anos de salário e benefícios do cargo antes de atingir a idade para a aposentadoria compulsória. Mesmo que as regras da Aposentadoria Especial dos Servidores não se apliquem nesse caso, o tempo de contribuição ainda pode ser contabilizado para a aposentadoria pelo INSS (Regime Geral de Previdência Social).

Do outro lado do espectro, se você é jovem, menor de 18 anos, e já tem o objetivo de seguir carreira pública, começar a se preparar durante o ensino médio é totalmente viável e recomendável!

Levando tudo isso em conta, queremos incentivar você: o momento de começar a se preparar e estudar é agora! Perseguir o seu sonho sempre vale a pena, independentemente da sua idade.


Fique ligado no nosso site e nas nossas redes sociais para estar sempre à frente na sua preparação. E lembre-se, o segredo para ser aprovado é se preparar com antecedência e dedicação. Boa sorte!

Concursos Abertos e Previstos

Receba as notícias mais importantes do mundo dos concurso públicos no seu celular gratuitamente!

Clique no link abaixo e faça parte gratuitamente:

Telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima
Boa Prova Gostaria de receber notificações sobre concursos e aulas gratuitas?
Já sei tudo
SIM, COM CERTEZA